sábado, 25 de junho de 2011

Dor e alegria

Na infância, é natural sentirmos dores. São as dores do crescimento, como lhes chamamos. Pois é, crescer dói. E assim é com a alma. De facto, a alma não cresce sem dor, mas também não se mantém sem alegria.

Daí que Jesus nos disse que iríamos ter muitas aflições, mas também nos pediu para termos bom ânimo porque Ele venceu o mundo. E no meio das aflições, Ele prometeu dar-nos uma alegria que o mundo não conhece, uma alegria que o mundo não nos pode dar, mas que também não pode tomar de nós. Assim seja.

7 comentários:

  1. Comungo seus pensamentos. boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Bela reflexão!!
    Fiquei muito feliz com seu comentário.
    Depois mostra seu cantinho de relaxamento, que eu post lá no blog.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. Alegria de vida só com Ele no coração.
    Belas e sábias palavras. Parabéns !!!

    ResponderEliminar
  4. True, true! Tudo very true!

    ResponderEliminar
  5. Bela mensagem nas tuas palavras!beijos,chica

    ResponderEliminar
  6. Flor, A coisa de hexágonos é um centro de mesa que fiz com panos para patchwork. Foi tudo feito a mão. Um trabalho em conjunto , eu e Malvino.
    Gostou do chaveiro, nè?? quem sabe ele "voa" até aí..hehehe

    ResponderEliminar