segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Assim me acontece






Há quem aprecie a natureza e há quem não consiga passar sem ela. Há quem a visite de vez em quando e há quem a procure sempre que pode porque dela necessita. Assim me acontece. Sabem o que é estar com o coração acelerado por coisas menos boas e chegar, sentar, aquietar e começar a sentir o ritmo a baixar e a serenidade a começar a ser uma certeza? Assim me acontece. Sinto mesmo que ando contra a corrente deste mundo... o que não é necessariamente mau, mas tem um preço bastante elevado. Mas sou feliz, porque a minha confiança não desfalece.

Eu, à beira da água.
E para a despedida...

7 comentários:

  1. Mais paisagens magníficas desta natureza que Deus criou!

    ResponderEliminar
  2. Que bonito Margarida! Eu também necessito de estar perto da Natureza e sempre que posso busco-a.
    Um grande abraço*

    ResponderEliminar
  3. Que fotos maravilhosas!
    Parafraseando Drummond de Andrade: eu saio do campo, mas o campo não sai de mim!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Flor querida!
    Obrigada por sua presença hoje.
    Amo-te.
    ;*)

    ResponderEliminar
  5. Amiga, que lindas imagens. Deu-me vontade de passear aí e conversar com você. E então eu escutaria o seu jeito lusitano de falar...

    Preciso da natureza, ela me fortalece.
    Querida, tenha um dia muito feliz. Beijo

    ResponderEliminar