segunda-feira, 12 de março de 2018

Voltou...










Voltou. Voltou aquela velha sensação que eu já tão bem conheço de querer largar tudo e viver um novo tipo de vida. De querer largar os padrões estabelecidos por esta sociedade e abraçar um estilo de vida mais natural e sustentável. Faço o que posso dentro da vida que levo mas os passos que dou parecem-me tão pequeninos que parece que não avanço nada. 
Mas sim, por vezes dá-me ganas de mandar tudo para as "cucuias" e ir comer raízes para a minha caravana. Ou largar tudo e ir viver num barco a percorrer os rios e canais da minha terra. Ou esquecer do mundo corrente, aprender a fazer fogo por fricção e ir viver numa cabana junto ao rio.
Sei lá, tudo serve se servir de evasão. Talvez isto sejam devaneios da minha mente, talvez sejam escapadelas imaginárias que, por não serem reais, sabem bem e correm em direcção a um final feliz. Mas que cansa viver na sociedade actual, cansa. Detesto viver no consumismo, no ter, no alcançar, no correr. Se assim for, que seja num propósito construtivo do ser. Mas não é o que vejo, na maioria das vezes.
Mas enfim, como sempre digo, um dia de cada vez. E até é giro estar atenta e observar os caminhos da vida e por onde eles me levam. Já que ainda não consegui ser radical e largar tudo, que aquilo que abraço agora me sirva de estrada rumo ao destino que sonho.
Mas, o mais importante de tudo, é que a chuva voltou! E essa sim, voltou com efeitos muito positivos na terra, nos rios e em mim. Renova-me voltar a ver os regatos a borbulhar de vida e a terra a palpitar de flores. Graças a Deus.


8 comentários:

  1. Há dias assim de não poder nem ver sinais de consumismo e civilização que só busca o TER! Lindas fotos! bjs, ótima semana,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um óptima semana também para si, Chica. Beijo.

      Eliminar
  2. Adorei, estou me sentindo exatamente assim, como descrevestes...só não sabia colocar as palavras no lugar certo,um branco total ...
    Aqui a chuva ainda não chegou para refrescar esse calor infernal.

    Renove-se, encha-se de vida, de flores e de amores!

    Abraços com carinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bom quando estamos em sintonia e sabemos que alguém nos compreende. Beijos e uma semana cheia de coisas boas pela frente para si e para os seus. Beijo.

      Eliminar
  3. Se tu fosses uma revista eras a "Evasões"!!! ;)
    Gosto de te ler, apesar de saber o que te vai na alma.É um bom e um lindo sonho...
    Deus te abençoe cachopa!. bjo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na, a Evasões está demasiado elitista para aquilo que sou. Obrigada pelos bons votos. Retribuo.

      Eliminar
  4. Olá Margarida!Sei do que fala... às vezes dá mesmo essa vontade de mandar tudo para... o tal sitio!!!! E sim, também eu agradeço a chuva! DEUS sabe sempre o que faz...Uma Santa Páscoa.

    ResponderEliminar
  5. Oi minha flor! Por onde andas? Já foste para a caverna e estás sem internet? :)
    Brincadeiras à parte, sim, cansa viver na sociedade atual... e não vejo luz no fim do túnel, ainda mais aqui, no Brasil.
    Leonardo e eu fugimos um pouco, dos padrões estabelecidos pela sociedade, decidindo morar num sítio afastado das áreas urbanas. Nem foi uma mudança lá muito radical e como tudo na vida, teve seu lado bom e seu lado não tão bom! Ainda estamos nos adaptando e tentando nos encontrar dentro desta opção que fizemos. A vida segue. As mudanças acontecem e a gente precisa estar sempre se adaptando e se encaixando nestas mudanças.
    Manda notícias minha flor!
    Bjinho!

    ResponderEliminar