quinta-feira, 23 de junho de 2016

Isto a vida tem cá com cada coisa mais maluca... :)







Não entendo, sinceramente que não entendo, às vezes. Inato ou ensinado, lutar é algo intrínseco ao ser humano. Lutar, no sentido de alcançar o que desejamos, quero dizer. Isto no plano material, pessoal ou espiritual. 
E a verdade é que me habituei a batalhar por uma série de coisas ao longo da vida, de tal modo que, em alturas de crise os amigos faziam sempre questão de me lembrar para não desistir, que eu era dona da minha força e que conseguia chegar sempre onde me propunha. 
Certo. Ou não? A dada altura, dei por mim a não ouvir o eco dessas palavras dentro de mim. Dei por mim a não acreditar nisso. E não porque não fosse verdade, mas porque parei para pensar, observar a minha vida como se fosse um filme e cheguei a uma estranha conclusão: aquilo que de melhor me aconteceu na vida, aquilo que de mais importante me aconteceu, foi-me dado por ela! Eu não tive de lutar! 
Credo! Que impressão me faz escrever isto... Mas é a verdade. Daí a minha necessidade de abrandar dos últimos anos. Para escutar, para ver melhor, para apreciar, para atentar no essencial. E continuo a reparar que, aquilo que me é realmente necessário, me vem parar às mãos de graça - problemas incluídos ;). Deste modo, como não ser grata, sempre? Como não ter os meus "Domingos de gratidão" aqui no blog e outras coisas que tais? Oh Deus... 
Caramba, mas isto deixa-me um pouco confusa porque... O melhor mesmo é ficar passiva, tipo deitar-me à sombra da bananeira e esperar que a vida aconteça? Não! Isso é contradizer-me, porque isso não tem a ver comigo. Mas se luto pelo que quero, é quase como que uma luta em vão, pois se a vida me vier dar aquilo pelo que luto, para quê mexer-me? 
Bom, creio que há muita aprendizagem neste processo. Pelo menos tenho aprendido que a vida me tem dado essencialmente aquilo que preciso! Aquilo que quero, muitas vezes é-me dado de uma forma distorcida aos meus anseios, mas ainda assim, aproveito tudo da melhor maneira, por acreditar que o melhor me está a ser oferecido. Acima de tudo, permita-me Deus estar de bem com a minha cabeça e o meu coração. Algo que só o abrandar me tem permitido alcançar. E ver as coisas para além daquilo que está à vista. Afinal, já dizia o Príncipezinho que o essencial é invisível aos olhos... E sem dúvida, continuo a acreditar nisso e em que devemos treinar a nossa visão nas coisas que não se vêem. 
Vai daí que, quem sabe, em jeito de conclusão, a casinha no campo que tanto quero, ainda me vai ser oferecida, assim, como quem não quer a coisa, um dia destes... ;) Ahah, já que é para sonhar, porque não?!


10 comentários:

  1. Que linda tua reflexão,Ana! Realmente a vida nos dá graciosamente coisas lindas e por outras, temos que lutar! Adorei as fotos e me encantei com aquele trabalho em andamento sobre a cadeira! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E assim é a vida... com oferendas, lutas e trabalhos por acabar ;) Beijos e bom fim de semana!

      Eliminar
  2. A vida é para se viver,aprender e sonhar, as vezes desejamos tanto, nos esforçamos e nada acontece, mas qdo sossegamos nosso coração e mente vemos que aquilo que almejamos tanto nos vem em uma bandeja,sem nenhum esforço, sem stress. A vida é um belo aprendizado, vamos sonhando sem pressa!
    bjsssssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, um belo aprendizado e um belo paradoxo também, por vezes... Mas vamos continuando, um dia de cada vez! Beijos e bom fim de semana para vocês.

      Eliminar
  3. A vida é uma aprendizagem, o bom, o mau, o menos mau.
    É um conjunto de retalhos que nós vamos compondo até ao resultado final, uma manta. Bonita ou feia, isso não importa, lá, está a nossa vida.
    Adorei este texto!

    ResponderEliminar
  4. Que tamanha esperança encontrei nas tuas palavras... que serenidade, "ouvir" o que precisava... Casa de campo incluída :)
    Acredito que se ficarmos à sombra da bananeira, o que queremos não nos é dado... Só recebemos o que queremos, mesmo sem grande luta, mé porque travamos grandes batalhas para outras coisas...
    O que é certo, é que Ele sabe das coisas :)
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  5. Compreendo perfeitamente aquilo que diz e sinto exactamente da mesma maneira. Não devemos ficar paradinhos à espera que a vida passe por nós, mas por outro lado, acredito que o que nos está destinado, há-de chegar. E se aquilo por que às vezes lutamos, não chega, então é melhor mudar de rumo e aceitar o que podemos ter. Creio que não é cobardia desistir, quando vemos que as coisas não nos estão destinadas. Vale mais ser feliz com o que podemos ter.

    Enfim, alarguei-me no comentário...

    Gostei imenso desse seu cantinho de descanso (pareceu-me).

    Bom fim-de-semana:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu gostei muito do seu comentário, Isabel! Esse cantinho é a minha varanda/marquise, no meu 3º andar. É, sim, o meu lugar de eleição para me evadir do ou no bulício dos pensamentos. Beijinhos.

      Eliminar
  6. Olá amiga. a poucos dias descobri seu blog por meio de uma amiga aqui do Brasil, e desde então venho te seguindo, gosto muito do que vejo, hoje resolvi me manifestar quando li este seu texto, que bela reflexão, e venho pensando assim como você, e então senti uma alegria ao ver suas palavras, pois fica muito difícil se correr atras dos sonhos e nem sempre eles chegam ou então como queríamos... mas acreditar que Deus esta no controle de nossas vidas e que na medida Dele, no momento Dele, as coisas vão acontecendo e saber que somos importantes para Ele e ser grata, sempre grata...é o melhor a fazer.
    Espero que me inclua no seu grupo de amigas, ainda não tenho blog, estou no facebook apenas, sou uma brasileira/cidadã Portuguesa, sou de São Paulo/SP, um grande abraço !!!!

    ResponderEliminar