domingo, 4 de maio de 2014

Fim de semana feliz


Levantar para um dia cheio de sol e agradecer as petúnias na janela.


E apreciar o tom sedoso das suas cores, bem como o aroma perfumado que agora invade toda a varanda e chega até à sala. Cada detalhe da natureza é diferente do outro. Linda a natureza, não é?  


Claro, o acordar deste dia foi ainda mais especial diante da antecipação de uma tarde de sol e calor na caravana, com tempo para apreciar mais detalhes e todos eles encantadores. As nossas plantas, ainda que pequeninas, já começam a dar flores. Tudo tão simples mas tão grandioso, ao mesmo tempo.


Outro detalhe foi o baloiço vazio... É bonito, ali parado ao sol, a baloiçar ao ritmo do vento, mas é bem mais bonito quando utilizado em algazarra e alegria. Mas também são bons os momentos calmos, para nos darmos tempo para nos ouvirmos a nós próprios e ainda escutar com atenção o canto do cuco. E não, o canto não vinha de um relógio qualquer, vinha mesmo da serra, lá ao longe, numa árvore perdida no meio de tantas. O cuco cantou para nós uma boa parte da tarde.


Entrar em "casa" e perceber que ela tem estado sempre à nossa espera. Esta velha caravana, abandonada por tantos anos, recebe agora uma nova vida e novas vidas para lhe darem o melhor: cor, ar, mimos, amor, flores, cheiros, refeições e até um nome.


Mas como o tempo está bom e o campo convida mesmo é a viver o exterior, a respirar o ar puro e a piscar os olhos ao sol, a refeição já se faz cá fora. Claro, vamos esquecer a parte das varejeiras, das vespas e da restante panóplia de insectos, para não tirar a poesia ao momento... Grunf.


A meio da tarde, num intervalo de muita moleza do calor e da barriga cheia, tempo para apreciar a "vista" da sala/quarto. Não há vista como esta, a da nossa casa, para a nossa terra. Uma terra cheia de promessas e já a dar os seus frutos, sem dúvida. E caramba, como isto me faz lembrar que há pessoas e todo um conjunto de circunstâncias que têm como objectivo ajudarem-nos a cumprir o sonho das nossas vidas. Isto é lindo porque, se eu tenho um sonho e tu tens a capacidade para me ajudar a concretizá-lo, venho a descobrir que nos encontrámos porque tu também tens um sonho e só o podes concretizar se eu estiver contigo. Isto faz todo o sentido em alturas próprias da vida, alturas muito específicas, alturas em que conseguimos ter serenidade para discernir este propósito porque de resto, tudo o mais são dores e lágrimas...


E esquecendo as dores e as lágrimas, o fim de semana teve o seu culminar neste dia da mãe. Um dia em que fui abençoada com a presença do filho que me fez ser mãe e que me continua a fazer escolhê-lo a ele em primeiro lugar. Comemos um gelado, jogámos à bola e brincámos com um amiguinho.
Foi ou não foi um fim de semana feliz?

4 comentários:

  1. Lindo tudo isso e revigora pra enfrentar a nova semana! Parabéns pelo dia das mãe! beijos,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Chica! Uma boa semana para si. Beijos.

      Eliminar
  2. Um fim de semana maravilhoso!! Um abraço, Manuela

    ResponderEliminar