quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Caminho


Não me lembro se li algures, se sonhei, se pensei, mas a verdade é que isto me tem vindo muitas vezes à cabeça: se olharmos para baixo, vemos o caminho; se olharmos para cima, vemos o céu.
O ideal será o meio termo, não andar sempre de cara enterrada nem andar sempre dez palmos acima do chão. Mas todos nós sabemos que há dias assim. Dias em que não tiramos o olhar do chão e outros em que só vemos o horizonte vasto, bonito e brilhante. Não importa. Importa que o nosso coração esteja sempre focado no alvo. O olhar, esse, guia-nos pelo caminho, seja ele na terra, seja ele no céu. E lá chegaremos, se soubermos para onde nos dirigimos.

2 comentários:

  1. Minha querida Flor,
    Quanta beleza em sua palavras.
    E como nos faz bem...

    ResponderEliminar
  2. Gostei da observação!Caminhemos de olhos abertos!

    ResponderEliminar